segunda-feira, 21 de abril de 2014

Tiradentes ou Jesus Cristo?

A imagem acima é a que anualmente em meados de Abril é trabalhado nas escolas públicas brasileiras. Uma figura semelhante a de Jesus Cristo. Além de um relato histórico descontextualizado em classe.
Existe uma necessidade de se trabalhar a História de Tiradentes contextualizada desde o processo da Inconfidência Mineira a sua transformação em mártir. Seu nome está nas páginas de aço do Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria, sendo o primeiro a ser escrito.
Considerando que a Inconfidência Mineira foi mineira mesmo,ou seja, considerando que Tiradentes e seus companheiros queriam a independência de Minas Gerais o que não incluía a colônia por inteiro.
Considerando que ele passou a ser considerado mártir, principalmente, no período da ditadura militar na década de 60 com a ideia positivista de achar heróis nacionais para fortalecer o nacionalismo militar.
E mais de 20 anos depois do fim da ditadura continua sendo do mesmo jeito, a história de Tiradentes continua a ser passada para os estudantes da forma que os militares idealizaram: parecendo Jesus Cristo; herói incontestável; mártir. Totalmente,como já citado, descontextualizado do período colonial.
E dessa mesma forma vários heróis foram criados e cultivados no período ditatorial. Claro que o "herói" da inconfidência não tem culpa e participação em relação a isso.
Entretanto, o que os professores que reproduzem esse heroísmo sem qualquer criticidade ou ao menos discussão sobre os fatos, tem feito sobre isso? Nada!. A imagem que antecede o início do texto é o retrato da história ensinada nas salas de aula brasileiras, um conjunto de datas comemorativas, personagens descontextualizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário