sábado, 28 de dezembro de 2013

CPCD - conheça!

O CPCD, o Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento, têm ideias freirianas postas em prática no nordeste. Uma organização não governamental nordestina que merece, por parte dos professores da educação formal, um olhar curioso para pensar a prática na escola.
Acesse: http://www.cpcd.org.br/ ; e vejam as ideias vindas de baixo de uma mangueira.


quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Tv Fórum Apresenta: Marco Civil com Marilena Chauí e Sérgio Amadeu

Conselho Estadual de Educação de SP é composto por Privataria

Após ter lido matéria de Malú Damázio da Rede Brasil Atual de 18/12/2013 e que acusa a maioria dos conselhos estaduais de educação da maioria dos Estados brasileiros não contarem com a participação de professores da rede pública, estudantes e pais de estudantes, fui verificar a composição do CEE de SP, quase tive um susto quando vi os nomes, quase um grupo de comensais da morte. Sendo que pessoalmente me assustei mais com o nome da Belatriz Lestrange de SP , dona Rose Neubauer.
Mas não foi exatamente isto que me chamou tanta atenção. O que mais me chamou atenção foi confirmar o que Damázio discorreu em seu texto: a total falta de participação popular no conselho. E claro o corporativismo tucano que existe no conselho e o que considerei mais absurdo(mas não surpresa) a representação privada no conselho. Pasmem, no CEE/SP há representante do Bradesco,  de uma empresa chamada EBRAP, do Banco Indusval & Partners, da FAI, da Uninove, da FIESP e do Colégio Bandeirantes.
Onde estão os representantes da UPES? Da APEOESP? Da UEE? Dos pais das escolas estaduais? Dos funcionários da Educação estadual?
O tucanato paulista quer que a Educação seja normatizada por banqueiros e financiadores do neoliberalismo. 
Democracia e participação popular para Geraldo, Lord das Trevas, e sua turma de comensais da deseducação é sinônimo de incompetência e baderna.
Aguardo que professore e população paulista resolvam isso em 2014.

SME de SP convoca Professores

Hoje no Diário Oficial da PMSP(http://diariooficial.imprensaoficial.com.br/nav_cidade/index.asp?c=1&e=20131219&p=1&clipID=8HVG26N51ES8UeBDFEJOCP89GER) nas páginas 51 e 52 a secretaria municipal de Educação convocou todos os professores que faltavam para completar a lista de aprovados do cargo de Professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, num total de 167, vagas completando os 8222. Também convocou 117 professores de Educação Infantil, todos para escolherem suas respectivas escolas no dia 14 de janeiro de 2014.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

USP Leste: solo contaminado

Ontem, 25, na ALESP deputados juntamente com estudantes, professores e funcionários da USP Leste reuniram - se em uma Audiência para discutir a questão da contaminação do solo onde está instalado o campus da USP na Zona Leste ao lado do bairro Keralux que também está contaminado. De acordo com os presentes foi transportado até o campus durante o recesso do campus uma porção de terra contaminada.
Lá se viu muita revolta e um sentimento de que algo obscuro permeia este problema de contaminação. Tão forte é este sentimento que alguns dos oradores da tarde lembraram da falta de democracia na universidade e sugeriram que os deputados encaminhassem o pedido de CPI da USP para apurar dos desmandos do atual reitor"pernona não grata" Rodas e de seus senhores feudais do PSDB.
Os estudantes da EACH e professores continuam em sua grve na esperança de que algo seja feito!

quarta-feira, 22 de maio de 2013

MAPA DA VIOLÊNCIA CONTRA A BLOGOSFERA É LANÇADO

Os blogs e as redes sociais são um fenômeno novo no Brasil, mas já estão incomodando os poderosos. Muitos blogueiros e ativistas digitais têm sofrido perseguições, violências e processos judiciais. Governantes, empresários e barões da velha mídia não toleram a verdadeira liberdade de expressão e querem calar a blogosfera. Não dá para ficar calado frente a estas ações autoritárias. Diante deste cenário preocupante, a organização não governamental Artigo 19 e o Centro de Estudos da Mídia Barão de Itararé firmaram uma parceria com o objetivo de levantar dados concretos sobre as violências em curso no país. Os dados serão coletados durante os meses de maio e junho e serão checados logo na sequência. Com base no resultado dos questionários, documentos serão encaminhados aos organismos nacionais e internacionais de defesa dos direitos humanos e da liberdade de expressão. Participe desta ação. Faça a sua denúncia. Quem cala consente!


terça-feira, 14 de maio de 2013

Centrais em carta aberta se posicionam contra terceirização


O debate em torno da terceirização no Congresso deverá ganhar novos contornos nos próximos meses. Primeiro porque as centrais sindicais – CUT, UGT, Nova Central, CTB e CGTB – se posicionaram contra o substitutivo que está em discussão na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. E também porque há indicativos de que o governo, até então aparentemente distante, possa entrar nesse debate.

Por Marcos Verlaine*


Unitariamente, as cinco entidades divulgaram carta aberta em que claramente se manifestam “contra a proposta de regulamentação da terceirização, contida no relatório final do deputado Arthur Maia (PMDB-BA) ao substitutivo do Projeto de Lei 4.330/2004, do deputado Sandro Mabel (PMDB-GO).”

Quando o debate sobre o tema ainda estava na comissão especial criada no âmbito da Câmara, as centrais se dividiram e o substitutivo apresentado pelo deputado Roberto Santiago (PSD-SP), então relator da matéria, foi aprovado.

Na carta, as centrais enumeram o que, nas “últimas décadas”, o crescimento da terceirização resultou para as relações de trabalho: “Grande precarização das condições de trabalho, com aumento das situações de risco e do número de acidentes e doenças, devido ao desrespeito às normas de saúde e segurança, baixos níveis salariais, ampliação das jornadas de trabalho, crescimento da rotatividade e inadimplência de direitos trabalhistas”.

E segue: “Ao contrário do que é amplamente divulgado pelos que são diretamente interessados, a terceirização não gera emprego nem garante a alocação de mão de obra especializada”.

Terceirização geral 

O parecer do deputado Arthur Maia (PMDB-BA), “além de liberar a terceirização para todos os tipos de atividades das empresas, não estabelece a responsabilidade solidária das empresas contratantes e não garante a isonomia de direitos e das condições de trabalho dos terceirizados”, aponta.

O substitutivo apresentado pelo deputado Arthur Maia libera a terceirização para a atividade-fim da empresa e também não determina a relação de solidariedade entre os terceirizados e a contratante, o que garantiria que se a contratada (empresa) não pagasse os trabalhadores a contratante assumiria a responsabilidade.

Em lugar da responsabilidade solidária, o relator propôs uma regra de transição, que consiste na transformação de subsidiária em solidária, se a empresa contratada não fiscalizar o cumprimento dos deveres previdenciários e trabalhistas conforme estabelecido na lei.

Com este conteúdo, as centrais sindicais não esperam, caso o projeto seja aprovado pelo Congresso, que as condições de trabalho dos terceirizados do campo e da cidade, do setor público e o da iniciativa privada irão melhorar. Pelo contrário, entendem “que se agravará com a regulamentação do PL 4.330/2004.”

Proposta das centrais

Ao final da carta, as centrais lembram que “construíram unitariamente [uma proposta] para regulamentação da terceirização, a qual foi consolidada em um projeto de lei no ano de 2009 e encaminhada para o governo federal. Contudo, o projeto de lei [anteprojeto] foi engavetado”.

As entidades pedem o resgate dessa proposta e reivindicam um texto que ao mesmo tempo em que “garanta ‘segurança jurídica às empresas’ deve também garantir ‘segurança social’ aos trabalhadores e estar assentado na isonomia de direitos, de salário e de tratamento dos terceirizados”.

Tramitação

O PL 4.330/04 está em discussão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara em regime terminativo; recebeu parecer, com substitutivo favorável do relator, deputado Arthur Maia (PMDB-BA). Foram apresentadas ao texto 121 emendas, que o relator agora examina.

Caso o projeto seja chancelado na CCJ poderá ir direto ao exame do Senado, tendo em vista que as demais comissões (Desenvolvimento Econômico e Trabalho) já o aprovaram. Caso isto ocorra ainda caberá recurso contra a decisão da CCJ para que a matéria seja examinada pelo plenário da Câmara.

O projeto segue curso rápido e contrário aos interesses dos trabalhadores. Assim, é preciso que as entidades sindicais se mobilizem na Câmara para evitar que uma derrota nesta matéria se concretize.

*Jornalista e assessor técnico do Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar)


Fonte: www.vermelho.org.br

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Terceirizar pra quê?

A Terceirização é um tipo de privatização. É uma forma gradativa de passar a responsabilidade do Estado ao setor privado. É um dos jeitos que o neoliberalismo encontrou de dizer que o Estado não é capaz de gerir o que é público, fazendo com que não se torne  mais público.
Sou contra a privatização! Sou contra a Terceirização! Terceirizar pra quê?
Sou contra principalmente a terceirização da educação e dos serviços envolvidos com a Educação: merenda, material escolar, uniforme, limpeza, construção de escolas...
[...]
Essa semana recebemos a noticia que em Poá/SP a creche Maria Umbelina Nunes Provisor, no Jardim santa Helena foi terceirizada antes mesmo de sua inauguração. Uma terceirização inclusive sem cabimento pois a Educação poaense é considerada uma das melhores da região do Alto Tiete.Sem mais cabimento ainda devido ao fato o qual a Prefeitura além de repassar o valor de R$35.000,00 mensais, pagará a manutenção do prédio, a alimentação, a supervisão, a capacitação para os funcionários e os equipamentos pedagógicos. Pera lá! Acredito ser mais fácil e barato pra todos e todas fazer concurso público para Diretor, vice - diretor e coordenador pedagógico.
Qual o objetivo desse convênio afinal? Gerenciar o quê? O já gerenciado!
Isso chama - se mcdonalização, estamos  deixando que façam do público o fast food do mercado.
E isso não pode acontecer.
Não a terceirização da Educação poaense!


Contra a inversão da lógica e a redução da maioridade penal

Não irei me perder tentando trazer a tona um emaranhado de base teóricas ou dados estatísticos para defender a tese de que vivemos uma inversão da lógica e que , por mais uma vez, a tentativa de diminuir a maioridade penal para 16 anos é um crime, uma chacina etária. Isso porque  é necessário basta apenas olharmos em direção ao mundo e não ao umbigo próprio.
Digo que vivemos uma inversão da lógica devido ao fato de como a sociedade tem enfrentado os problemas que aparecem. Ou seja, a sociedade organizada representada pela classe política enfrenta de forma curiosa os problemas, ao invés de atacar o problema, o foco e origem do problema, criam mecanismos e atacam o cidadão de bem, o trabalhador a trabalhadora. Cada vez que surge um problema como violência, falta de segurança e tantos outros se voltam ao cidadão e cerceiam mais ainda sua liberdade. 
É o que acontece, por exemplo,com a questão da redução da maioridade penal para 16 anos. Qual é o problema? que os adolescentes não sabem mais seus limites e não respeitam regras? Errado!
O verdadeiro problema é a corrupção de menores, aliciamento dos menores pelo crime organizado, corrupção dos políticos, falta de boa qualidade na Educação, falta de espaços culturais e esportivos, uma programação televisa de péssima qualidade, falta de tempo com a família,  falta de garantia do direito ao acesso a Universidade, falta de garantia do primeiro emprego. Estes são os problemas e tantos outros.
E a solução qual seria? Reduzir a maioridade penal para 16 anos? NÃO! A solução é a garantia de Educação de boa qualidade para as crianças e adolescentes; a solução é que leis sejam criadas para que a corrupção seja considerada crime hediondo tanto para os corrompidos e corruptores; a solução é garantir, por exemplo, que e em cada bairro tenha um Centro Cultural e um esportivo, uma praça para que os trabalhadores tenham onde conviver com seu filhos; a solução é garantir a diminuição da jornada de trabalho de 44 h para 30 h semanais com salário digno; a solução é garantir que professores sejam valorizados; que policiais não sejam corrompidos por dinheiro do tráfico. E tantas outras soluções que não chegam nem perto de reduzir a maioridade penal, mas dão trabalho. Construir presídios e trancafiar menores é mais fácil.
Reduzir a maioridade penal para 16 anos é assinar atestado de incompetência coletiva. É dizer que temos capacidade para construção de penitenciárias mas não temos para construção de escolas, centros de cultura e de esportes. É um crime, uma chacina étnica. Um desajuste social. Uma barbárie com a infância e a juventude. Um tiro na própria cabeça.





Prefeitura de Poá abre inscrição para concurso público

A Prefeitura da Estância Hidromineral de Poá abre inscrições para interessados em ingressar na carreira pública a partir deste dia 13 de Maio até as 16h do dia 14 de Junho para vários cargos na área da Educação. O concurso será realizado pela Fundação Vunesp e as inscrições feitas pelo site: www.vunesp.com.br.

Os Cargos
São oferecidas vagas para: Professor Adjunto de Educação Básica II de Artes (01); Professor Adjunto de Educação Básica II de Educação Física(01); Professor Adjunto de Educação Básica II – História/Geografia(01); Professor Adjunto de Educação Básica II – Língua Portuguesa / Língua Inglesa(01); Professor Adjunto de Educação Básica II – Matemática / Ciencias(01); Professor Adjunto de Educação Infantil.(15); Professor de Adjunto de Ensino Fundamental(15);Professor de Educação Infantil(01); Professor de Educação Física(04); Professor de Ensino Fundamental(35); Professor de Educação Básica II – Artes(02);Professor de Educação Básica II – Ciências (06); Professor de Educação Básica II – Geografia.(04);Professor de Educação Básica II – História.(04);Professor de Educação Básica II – Língua Portuguesa(10);Professor de Educação Básica II – Matemática(10);Professor de Educação Básica II – Língua Estrangeira Moderna – Língua Inglesa(04)

Todos os cargos em regime Celtista, já que a prefeitura ainda não encaminhou o projeto do estatuto para aprovação na câmara.

O Valor das inscrições é de R$50,00


sábado, 11 de maio de 2013

APEOESP: Assembleia decide suspender a greve, manter estado de alerta e mobilização


ASSEMBLEIA DECIDE SUSPENDER A GREVE, MANTER ESTADO
DE ALERTA E MOBILIZAÇÃO
      Com a presença de cerca de três mil professores, a assem­bleia estadual da APEOESP realizada nesta sexta-feira, 10 de maio, no Vão Livre do MASP aprovou a suspensão da greve da categoria, que ocorre desde o dia 19 de abril e a manu­tenção de estado de alerta e mobilização para cobrar a efetivação dos compromissos firmados pelo Secretário da Educação em reunião de negociação ocorrida na parte da manhã.
      Desde o início da greve a APEOESP buscou incessante­mente canais de negociação com o Secretário Estadual da Educação em torno da pauta de reivindicações.
      Finalmente a reunião ocorreu e houve compromisso do Secretário com o atendimento de alguns pontos da pauta, como:
>   Fim da prova anual aplicada aos professores da chamada “categoria F”;
>   Fim da prova exigida dos professores da chamada “cate­goria O”
     que já pertencem à rede estadual;
>   Direito de atendimento médico pelo IAMSPE aos profes­sores da
     “categoria O”;
>   Concurso público no segundo semestre para professores PEB II;
>   Não privatização do Hospital do Servidor Público e do IAMSPE;
>   Convocação da comissão paritária prevista no artigo 5º da lei
     complementar nº 1143/11 para discussão da pos­sibilidade de novo
     reajuste e discussão da implantação paulatina da jornada do piso
     (no mínimo 1/3 da jornada para preparação de aulas e formação,
     entre outras ativi­dades extraclasse);
>   Convênio em torno de projeto a ser elaborado pela APEOESP para
     prevenção e combate à violência nas escolas;
>   Discussão do pagamento dos dias parados e retirada das faltas da
     greve mediante reposição de aulas.
      A APEOESP solicitará reunião com o Secretário de Ges­tão Pública para tratar do não desconto das licenças e faltas médicas para fins de aposentadoria especial e, junto com as demais entidades do funcionalismo, para que seja extinta a comissão que trata da Parceria Público-Privada que encami­nharia a privatização do Hospital do Servidor/IAMSPE, tendo em vista que o governo anunciou que isto não ocorrerá.
      Ainda que esses resultados não representem o aten­dimento de todas as nossas reivindicações, o Conselho Estadual de Representantes realizado após a reunião com o Secretário considerou que houve avanços e conquistas e decidiu encaminhar à assembleia a proposta de suspensão da greve. Cabe ressaltar também que nos últimos dias a greve vinha perdendo força. Dos 15 oradores, apenas 4 defenderam a continuidade da greve. Proclamado o resulta­do, grupos minoritários (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado – PSTU e Partido da Causa Operária – PCO), que arregimentaram estudantes e pessoas que pertencem a outras categorias para comparecer à assembleia dos profes­sores, passaram a realizar um grande tumulto, arremessando objetos e agredindo pessoas.
      Entre os que provocaram o tumulto estavam pessoas visivelmente embriagadas e alteradas, comportamento que não condiz com o que se espera de professores. Muitos eram professores da rede municipal de ensino, que estão em greve e queriam forçar a continuidade da greve dos professores estaduais como forma de angariar apoio a seu próprio movimento.
     São estes os fatos ocorridos na Avenida Paulista nesta sexta-feira, que serão discutidos pelo Sindicato no sentido de que sejam tomadas providências para estes lamentáveis acontecimentos não mais voltem a ocorrer.
Secretaria de Comunicações

Secretaria Municipal de Educação convoca docentes


29/04/2013 - A Secretaria Municipal de Educação publicou no DOC de 27 de abril convocações de professores de educação infantil, de educação infantil e ensino fundamental I, de ensino fundamental II e médio e coordenadores pedagógicos.
            A escolha de vagas para o provimento dos cargos será realizada no dia 16 de maio, na Conae 2 (avenida Angélica, 2.606, Consolação), de acordo com os seguintes cronogramas:
PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I
HORÁRIO                          CLASSIFICAÇÃO

9h às 10h                            6664 a 6705
10h às 11h                          6706 a 6741
11h às 11h30                      retardatários do dia
PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL
HORÁRIO                           CLASSIFICAÇÃO

11h30 às 12h30                  3010 a 3038
12h30 às 13h                      retardatários do dia

PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO - HISTÓRIAHORÁRIO                           CLASSIFICAÇÃO14h às 14h25                       310 a 328
14h25 às 14h30                  retardatários do dia

PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO - PORTUGUÊS
HORÁRIO                           CLASSIFICAÇÃO14h30 às 14h45                  109 a 114
14h45 às 14h50                  retardatários do dia

PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO – EDUCAÇÃO FÍSICA
HORÁRIO                           CLASSIFICAÇÃO

14h50 às 14h55                  66 a 67
14h55 às 15h                       retardatários do dia
PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO - BIOL. PROG. SAÚDE
HORÁRIO                           CLASSIFICAÇÃO15h às 15h10                       26 a 27
15h10 às 15h30                   retardatários do dia
COORDENADOR PEDAGOGICO
HORÁRIO                           CLASSIFICAÇÃO

15h30 às 15h45                  377 a 378
15h45 às 16h                      retardatários do dia

domingo, 21 de abril de 2013

14ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública


A CNTE convoca todos os trabalhadores da educação e a sociedade para a 14º Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, que será realizada entre 23 e 25 de abril. Além da greve nacional, o foco é a valorização dos profissionais em educação. "Esta semana tradicionalmente se destina ao debate das questões educacionais e terá como prioridade o debate sindical da mobilização, mais um ano que estaremos lutando para que o piso salarial nacional seja efetivamente aplicado no nosso país com uma greve nacional nos dias 23, 24 e 25 de abril", explica o presidente da CNTE, Roberto Leão.
No dia 24 de abril será realizado um ato com representação dos estados na Câmara dos Deputados, em Brasília e também atos locais nas sedes de governo estaduais e municipais pelo país.




Professores mobilizam 20 mil no primeiro dia da paralisação em SP


Cerca de 20 mil professores da rede pública estadual de São Paulo ocupam a Avenida Paulista na tarde desta sexta-feira (19), primeiro dia da greve da categoria. Os docentes ratificaram a paralisação em uma assembleia realizada embaixo do vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Com um carro de som, por volta das 16h30 os manifestantes seguiram em passeata em direção à Praça da República, onde fica a Secretaria Estadual de Educação. 

Entre as reivindicações dos professores, estão reajuste salarial de 36,74%, mudanças no sistema de contratação de uma categoria de professores temporários (chamado de categoria 'O'), e respeito ao cumprimento de no mínimo 33% da jornada de trabalho para atividades de formação e preparação de aulas, que consta na Lei Nacional do Piso. O governo nega a irregularidade, afirmnando que o salário de São Paulo é superior ao que determina a lei.

Nesta semana, o Estado anunciou ampliação do reajuste deste ano, de 6%, acordado em 2011, para 8,1%. Ou seja, os 6% são referente ao acordo coletivo das perdas referentes à 2011, que foi parcelada em quatro vezes – para serem pagas em 2011, 2012, 2013 e 2014. Segundo a vice-presidenta da Apeoesp, o sindicato da categoria, Francisca Pereira da Rocha Seixas, "o governo anuncia um índice que na prática não é".

"Em 2011 anunciou 42% mas não disse à população que nesses 42% tinha a incorporação de uma gratificação geral, que os professores já recebiam, e a terceira parcela de outra gratificação por atividade do magistério, que os professores também já recebiam. Logo não recuperou o poder de compra do professores", declarou Francisca Seixas à Rádio Vermelho.

Com agências

sábado, 30 de março de 2013

SME convoca professores de educação infantil e ensino fundamental I, coordenadores pedagógicos e professores de ensino fundamental II e médio


 25/03/2013 – A Secretaria Municipal de Educação publicou no DOC de 23 de março as convocações de professores de educação infantil e ensino fundamental I, coordenadores pedagógicos. e professores de ensino fundamental II e médio. 
         Os candidatos convocados devem comparecer no auditório da Conae 2, localizado na avenida Angélica, 2.606, Consolação, para a escolha de vagas nos dias 15, 16 e 19 de abril, de acordo com os seguintes cronogramas:
 
PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL I
DIA 15/4/2013
HORÁRIO              CLASSIFICAÇÃO
8h às 9h                  6140 a 6180
9h às 10h                6181 a 6220
10h às 11h              6221 a 6260
11h às 12h              6261 a 6300
13h às 14h              6301 a 6340
14h às 15h              6341 a 6380
15h às 16h              6381 a 6420
16h às 17h              6421 a 6460
17h às 17h30          retardatários do dia

DIA 16/4/2013HORÁRIO              CLASSIFICAÇÃO
8h às 9h                  6461 a 6500
9h às 10h                6501 a 6540
10h às 11h              6541 a 6580
11h às 12h              6581 a 6620
13h às 14h              6621 a 6663
14h às 14h30          retardatários do dia e de toda a escolha

COORDENADOR PEDAGÓGICO
DIA: 19/4/2013
HORÁRIO              CLASSIFICAÇÃO
13h às 13h30         360 a 376
13h30 às 14h          retardatários da escolha
 

PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO
PORTUGUÊSDIA: 19/4/2013HORÁRIO              CLASSIFICAÇÃO8h às 9h30              60 a 108

HISTÓRIADIA: 19/04/2013HORÁRIO              CLASSIFICAÇÃO10h às 11h              244 a 284
11h às 11h30         285 a 309
 
EDUCAÇÃO FÍSICADIA: 19/4/2013
HORÁRIO              CLASSIFICAÇÃO
11h30 às 12h         60 a 65
12h às 12h30         retardatários da escolha

terça-feira, 12 de março de 2013

SME de São Paulo convoca professores de Educação Infantil


Convocação nº06 (DOC de 12/03/2013, página 43) 
DE 11 DE MARÇO DE 2013 
CONCURSO DE INGRESSO PARA PROVIMENTO DE CARGOS VAGOS DA CLASSE DOS DOCENTES – PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL 
Escolha de vagas e retirada de guia médica para exames médicos pré-admissionais.
O secretário municipal de Educação, no uso de suas atribuições legais e considerando:
- a classificação definitiva dos candidatos aprovados no referido Concurso, conforme publicação no DOC de 11/06/2010;
- o disposto no § 1º do artigo 123 da Lei nº 14.660/2007, CONVOCA os candidatos aprovados no Concurso para provimento de cargos vagos de Professor de Educação Infantil, para escolha de vagas e retirada de guia para exames médicos pré-admissionais.
Os candidatos acima convocados deverão comparecer ao auditório da Conae 2, na Av. Angélica, 2606, Consolação, de acordo com o seguinte cronograma:
PROFESSOR DE EDUCACAO INFANTIL
DIA 01/04/2013
Horário                     Classificação
9h às 10h                 2886 a 2925
10h às 11h               2926 a 2965
11h às 12h               2966 a 3009
12h às 12h30           retardatários do dia

OBSERVAÇÕES:
1 - Os interessados ou seus procuradores habilitados para tal deverão comparecer no local e horário acima indicado, munidos dos seguintes documentos:
- cédula de identidade;
- demonstrativo de pagamento (quando for servidor municipal).
1.1 - Os procuradores deverão estar munidos de cópia dos documentos de seus representantes e dos respectivos documentos de procuração.
2 - No final de cada sessão serão chamados os retardatários do horário, obedecendo à ordem de classificação.
3 - No final do processo de escolha serão chamados os retardatários das escolhas, obedecendo à ordem de classificação nos moldes do cronograma supra.
4 - O não comparecimento dos candidatos convocados às sessões de escolha acarretará a imediata disponibilização das vagas para chamadas subsequentes de outros candidatos aprovados.


quarta-feira, 6 de março de 2013

O Comandante do combate ao analfabetismo vive!

Ontem, 5 de Março de 2013, o Mundo, a América Latina, a Venezuela perdeu o comandante Hugo Chávez, o detentor de até ontem, do espirito revolucionário. O homem que não tinha medo de fazer revoluções em prol da maior de todas as revoluções, a Socialista!
Há muito o movimento de esquerda não tem uma bandeira urgente que unificasse todos os seus fragmentos, restava apenas o único e derradeiro sonho, a Revolução. E Chávez como ninguém entendia isso e brigava por isso.
Tanto que o mesmo enfrentou as elites venezuelanas e internacionais e declarou guerra ao analfabetismo e com a ajuda dos professores e professoras venezuelanas que entenderam a ideia, alfabetizou mais de 2 milhões de pessoas.
Ao comandante meu abraço terno e respeitoso. Ao comandante minha continência. Ao Professor Chávez uma promessa: não descansarei enquanto meu país, enquanto a América Latina não levantar a bandeira de local livre do analfabetismo. E não desistirei do sonho maior: a Revolução!

Viva Chávez!
Viva a Revolução!


sábado, 2 de março de 2013

Secretaria de Educação de SP abre processo seletivo para gestores

A Secretaria de Educação do Município de São Paulo abrirá no dia 05 de Março inscrições para o cargo de gestor dos Centros Educacionais Unificados, os CEU's. Veja as informações:


O Secretário Municipal de Educação, Antonio Cesar Russi Callegari, no uso de suas atribuições legais e, considerando:
·    A necessidade do resgate e aprimoramento da proposta original dos Centros Educacionais Unificados – CEUs;
·  Decreto Municipal nº 42.832/03 que Cria os Centros Educacionais Unificados e especifica;
·    Decreto Municipal nº 46.701/05 que delega poder ao Secretário Municipal de Educação para aprovar o Regimento Padrão dos Centros Educacionais Unificados – CEUs;
·     Portaria 4672/06, que aprova o Regimento padrão dos CEUs;
·     Lei 14.709/08 dispõe sobre o reajustamento das escalas de padrões de regimentos dos quadros dos Profissionais de Educação.

COMUNICA a abertura do Processo Seletivo para o cargo de Gestor de todas as unidades CEU, na seguinte conformidade:

1.    Do período e das condições de inscrições.

As inscrições serão realizadas no período de 05 de março a 13 de março de 2013, das 09h às 17h, nas Diretorias Regionais de Educação.
Os interessados poderão se inscrever em apenas uma Diretoria Regional de Educação, indicando apenas um Centro Educacional Unificado.
Os candidatos deverão preencher o formulário de inscrição (Anexo I) e juntar os seguintes documentos:
·         Curriculum Vitae
·         Documento com proposições para o CEU.
O Documento com proposições para o CEU deve descrever sua “motivação para ser candidato” e “cinco prioridades para o CEU”, isto é, os elementos centrais que o candidato usaria como norteadores de sua ação, na qualidade de Gestor dos CEUs, considerando os seguintes pressupostos:
·         Gestão democrática
·         Desenvolvimento integral das crianças, dos adolescentes, dos jovens e adultos
·         Pólo de desenvolvimento da Comunidade
·         Pólo de inovação de experiência de inovações educacionais
·         Democratização do acesso aos bens culturais
·         Diversidade das linguagens
·         Complexidade do equipamento
·         Relação com a comunidade interna e de todo o entorno dos CEUs 
·         Pólo de desenvolvimento social da comunidade, na qual está inserido, como projeto de educação popular, inclusiva e, portanto, para a construção de uma cidade educadora.
O documento deve conter no máximo duas páginas e ser seguir as seguintes especificações técnicas: fonte Arial 12, espaçamento entre linhas 1,5.

2.    Requisitos
O cargo de Gestor é de livre provimento em comissão pelo Prefeito, mediante escolha em lista tríplice que atendam as seguintes condições:

·      Integrantes da carreira do Magistério Municipal;
·      Portadores de diploma de curso superior de graduação, com no mínimo 03 anos de experiência na carreira;
A Composição da lista tríplice será realizada pela Comissão da DRE mediante a análise de:

·      Curriculum Vitae
·      Documento com proposições para o CEU
·      Entrevista

3.    Procedimentos de seleção dos Gestores para os CEUs.

a) As Diretorias Regionais de Educação - DREs cuidarão da ampla divulgação, orientação e recebimento das inscrições dos candidatos interessados no Processo de Seleção.
Período de 05 a 13 de março.

b) Análise das propostas e indicação da lista tríplice

Composição da Comissão  de Avaliação para seleção   dos Candidatos na DRE IQ
·  Valter de Almeida Costa – RF 608.856-2- Diretor Regional  e presidente da Comissão;
·  Ana Aparecida Amato – RF 507.385.5 e Odinir da Silva – RF 524.628-8- Supervisores Escolares
·  Zilda Borges da Silva – RF 692.239-2 Representante de Programas Especiais
·  Daisy Vieira de Moraes – RF 587.802-1 Representante da Diretoria da Orientação Técnica - DOT

A avaliação dos candidatos envolverá:
·    Curriculum Vitae

·    Documento com proposições para o CEU
·    Entrevista
Para subsidiar o processo de avaliação a Comissão deverá considerar os itens constantes da ficha de avaliação, anexo II.
Ao término do processo os (as) Diretores (as) Regionais de Educação deverão encaminhar ao gabinete do Secretário as listas tríplices de candidatos a Gestores acompanhada da ficha de avaliação (Anexo II) e demais documentos entregues pelo candidato.

Período de 14 a 21 de março.

c) Análise e avaliação pela SME
 Na Secretaria Municipal de Educação será constituída Comissão para análise e avaliação dos candidatos selecionados pelas DREs.
Composição da Comissão na Secretaria:
· 01 representante do Gabinete da SME
· 02 representantes da Assessoria Especial – Projetos Especiais
· 01 representante da Diretoria de Orientação Técnica (DOT)
· 01 representante da Assessoria Técnica de Planejamento (ATP)
Período de 22 a 28 de março


4.Cronograma

Período
Responsável
Descrição
05 a 13 de março
DRE
Divulgação, orientação e recebimento das inscrições.
14 a 20 de março
DRE
Análise das propostas pela Comissão constituída nas DREs
21 de março
DRE
Encaminhamento das listas tríplice (para o cargo de Gestor)
22 a 27 de março
SME
Avaliação das propostas pela Comissão constituída na SME
28 de março
SME
Divulgação dos resultados


Observação:
Comunicamos  que a segunda fase do Processo de Seleção compreenderá a escolha dos Coordenadores de Ação dos Núcleos Educacional, Cultural e o de Esportes e Lazer, obedecidas as mesmas diretrizes definidas no presente processo. Para tanto o Secretário da Pasta emitirá novas orientações à continuidade do processo.
O que é CEU?
Centro Educacional Unificado (CEU) é um complexo educacional, esportivo e cultural caracterizado como espaço público múltiplo.

A cidade de São Paulo conta hoje com 45 CEUs e o Centro de Convivência Educativo e Cultural de Heliópolis.

Os CEUs possuem:
- 01 Centro de Educação Infantil (CEI) para crianças de zero a três anos, 
- 01 Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) para alunos de quatro e cinco anos
- 01 Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF), que também oferece Ensino de Jovens e Adultos (EJA). 

Todas as unidades são equipadas com quadra poliesportiva, teatro, playground, piscinas, biblioteca, Telecentro e espaços para oficinas, ateliês e reuniões.

Os espaços são abertos à comunidade, inclusive aos finais de semana.
Com programação variada para todas as idades, os CEUs garantem aos moradores dos bairros mais afastados acesso a equipamentos públicos de lazer, cultura, tecnologia e práticas esportivas, contribuindo com o desenvolvimento das comunidades locais.